Em Chapadinha, professora é atingida por bala perdida de pistola ponto 40.

Por: Alexandre Cunha 
Uma professora da APAE e estudante da UFMA de Chapadinha, Luara Aguiar foi vitima de uma bala perdida. O fato aconteceu por volta das 21 horas, na Rua Sebastião Barbosa, próximo a UPR, na última quinta-feira (11).  

De acordo com informações repassadas pela vitima ao blog Alexandre Cunha, ela estava sentada na varada de casa quando sentiu o impacto causado pelo projétil balístico. Ao sentir que foi perceber o ferimento acionou a Polícia e o corpo de Bombeiro e foi levada para atendimento médico.
     
Veja abaixo o depoimento de Laura Aguiar
“A gente sabe que a violência está cada vez maior e, dessa vez, eu fui à vítima”!
Ontem (11) por volta de 21hs, fui atingida por um disparo de arma de fogo quando estava na casa do meu namorado, no centro da cidade de Chapadinha. Após cumprir minha rotina diária (trabalho, faculdade, estágio) fui a casa dele e quando estávamos sentados conversando na varanda, senti um forte impacto na região do abdome seguido de uma queimação absurda... Logo vimos que se tratava de um tiro. O projétil não ficou alojado em mim... Foi localizado e entregue à PM. Os mesmos afirmaram que possivelmente se tratava de bala perdida. Fui atendida, medicada no hospital e, felizmente, estou bem, apenas sentindo algumas dores... Contudo, muito triste com o ocorrido. Haviam crianças pequenas brincando perto de nós... Fico feliz por ter sido em mim e não nelas. O que fica é a sensação de medo, desespero e indignação porque não temos mais segurança nem mesmo dentro de nossas casas”; relatou a vitima.

Segundo a professora, a polícia afirmou que o tiro foi efetuado de uma arma pistola Ponto 40, e que não atingiu a mesma com mais força porque deve ter sido disparado de longe ou atingido alguma outra coisa antes de chegado até ela. 
Luara Aguiar disse que ainda sente dores no abdômen, local afetado pelo tiro, mas que aos poucos está cicatrizando. 

Após ter recebido atendimento médico ela registou Boletim de ocorrência na 3ª delegacia regional de Chapadinha.