Governo do Maranhão entrega 3 Escolas Dignas em Paulo Ramos e Codó



Em continuidade à série de inaugurações de escolas reformadas e construídas por meio do Programa Escola Digna, o Governo do Maranhão entregará, nesta sexta-feira (16) e sábado (17), três Escolas Dignas em Paulo Ramos, no Médio Mearim, e Codó, no Leste maranhense. Juntas, as unidades escolares receberam investimentos no valor de R$ 1.534.359,54, que vão beneficiar mais de 900 estudantes maranhenses. A agenda começa por Paulo Ramos, nesta sexta-feira, onde a comunidade de Centrão, a 80 quilômetros da sede, será beneficiada com a entrega da Escola Digna Municipal Cantinho do Saber. A escola, que tem duas salas, secretaria, cozinha e banheiros padronizados, vai substituir o antigo barracão de taipa e palha onde crianças estudavam sem a menor estrutura.

Codó
Já em Codó, as entregas serão neste sábado e começam pelo Centro de Ensino Renné Bayma, que foi totalmente reformado. A obra, executada por meio de parceria entre a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) e a Secretaria de Infraestrutura (Sinfra), recebeu investimentos na ordem de R$ 757.161,80. Foram realizados serviços de recuperação do telhado, colocação de forro, reboco, pintura geral, melhoria dos banheiros incluindo troca de louças sanitárias, revisão elétrica e hidráulica, trocas de esquadrias, melhoria do piso, construção de calçada, dentre outros.

A reforma da escola, que tem 10 salas de aula, vai beneficiar cerca de 850 alunos nos três turnos, garantindo mais conforto e dignidade aos estudantes, professores e funcionários da escola, que há muito tempo almejavam esta reforma. Em seguida, no povoado Fazenda São Francisco, a 25 quilômetros da sede, será entregue a Escola Municipal Elizabeto Barbosa de Carvalho. A obra, realizada em parceria com a Cemar por meio do Programa Escola Digna, recebeu investimentos na ordem de R$ 388.595,87, que irão beneficiar 35 crianças da comunidade. A nova escola, toda mobiliada, conta com duas salas de aula, secretaria, banheiros e cozinha, bem diferente da antiga estrutura de um barracão de palha, sem a menor estrutura e dignidade.