PALEONTÓLOGO AJUDA NA DESCOBERTA DE DINOSSAURO GIGANTE NO MARANHÃO

Fóssil encontrado na cidade de Davinópolis, no Maranhão, é do fêmur, de 1,5 metro, do animal.

No mês de abril deste ano, durante uma escavação para a construção de uma ferrovia no município de Davinópolis, cidade localizada na região Tocantina, no Maranhão, revelou um fóssil de dinossauro gigante ainda desconhecido para a comunidade científica.  Começou a estudar o fóssil, convidou Leonardo para participar dos estudos e das escavações do animal.

 

No início, os pesquisadores achavam que fosse uma preguiça gigante, que são bem comuns no Brasil, segundo o paleontólogo. Leonardo se juntou ao grupo na segunda parte das escavações, quando foi encontrado o fêmur gigante.

“Uma partezinha dele estava aparecendo, a gente foi deixando por último. Para a nossa surpresa, era um osso bem grandão”, afirma.

Os especialistas avaliam ainda que o osso pudesse ser maior, uma vez que ele aparenta estar incompleto, e, para mostrar a escala do tamanho do osso, o próprio Leonardo tirou uma foto, deitando-se ao lado do fóssil (veja acima).

“Mas ainda faltam muitos estudos para detalhar a identificação dos ossos. Ao todo, foram recuperados aproximadamente 35 elementos desse animal, além de uma série de outros fósseis menos completos, que irão fornecer dados sobre como era esse gigante”, explica.

Leonardo agora integrará o grupo que vai tentar identificar as origens do animal, que até o momento, há somente suspeitas. Vértebras, ossos longos, costelas e diversos pequenos fragmentos também foram escavados.

“Ainda não temos como precisar se é o maior do Brasil. Temos muitas suspeitas, mas é muito chute ainda”, relata o paleontólogo.

Os pesquisadores devem iniciar a etapa de preparação, onde é retirado o sedimento ainda envolvendo esses fósseis. Depois, deve ser iniciada a fase de comparação com outras espécies já conhecidas, para tentar identificar o animal

Fonte: O imparcial