Morte de Policial em Chapadinha não foi suicídio; aponta perícia

 

O policial aposentado Francisco Portela morreu por volta das 20h desta segunda, em casa, com uma perfuração na cabeça. De início acreditou-se em suicídio. Mas após perícia realizada pelo legista da Polícia Civil, conclui-se que a morte do aposentado tenha sido uma fatalidade. 

A informação foi divulgada pela família do policial, após a realização da perícia e divulgação do laudo médico. 

De acordo com a informação, Portela teria efetuado um disparo de arma de fogo no quintal de casa, e teria se desequilibrado e caído, chocando a cabeça contra algum objeto perfurante. Ele perdeu bastante sangue. A perícia não localizou nenhum projétil na cabeça do aposentado. 

Fonte: William Fernandes