PREFEITURA DE CHAPADINHA FECHAR CONTRATO COM EMPRESA PARA USAR MAIS DE 300 MIL DO DINHEIRO DO COVID NAS ESCOLAS MUNICIPAIS, MESMO SEM TER AULA.

 

Para quem achava que os contratos e licitações já estavam parados na prefeitura de Chapadinha, se enganaram, o prefeito Magno Bacelar e a Secretaria Municipal de Saúde fecharam no começo deste mês de novembro um contrato de R$ 317.510,00 (Trezentos e dezessete mil, quinhentos e dez reais) para ser gasto no PRAZO: 60(sessenta) dias. 

O contrato com a empresa FERROPLASTMA visa desenvolver ações nas  escolas públicas da rede básica e ensino, necessários a garantia da segurança sanitária dos estudantes e profissionais de educação das escolas e para ações de promoção da saúde e prevenção a COVID 19. 

No contrato não tem os detalhes dos itens ou serviços que serão adquiridos, ou seja, tudo indica que é um contrato feito no escuro com o simples intuito de usar o dinheiro do COVID em outras funções. 

A empresa contratada tem como objeto desenvolver ações nas escolas públicas no período de Pandemia, o grande problema é que não está havendo aula e por isso não tem alunos e muito menos professores. 

Publicação hoje, 23 de novembro no Diário da FAMEM. 

O contrato foi firmado no começo deste mês, no dia 09 de novembro e vai até o final de dezembro para ser gasto mais de 300 mil reais. 

O Ministério Público tem que acompanhar de perto este contrato, se não, mais de 300 mil do COVID poderá sumir dos cofres da Secretaria de Saúde no apagar das Luzes. 

Lembrando: O contrato foi feito com dispensa de licitação. 

O Diário Oficial do FAMEM publicou o contrato na manhã de hoje, 23 de novembro.