Ex-agente penitenciário concursado da PM é preso suspeito de estelionato em Santa Inês

Um ex-agente penitenciário, identificado como Charles William Campos Correa, conhecido como “Príncipe”, foi preso em flagrante, na manhã dessa quarta-feira (24), quando tentava fazer compras com identidade falsa em uma loja na cidade de Santa Inês, a 246 km de São Luís. O mesmo fez a primeira etapa para ingressar na Policia Militar no 16º Batalhão em Chapadinha.
Agindo como estelionatário, ele foi flagrado com vários documentos falsos e cartões bancários. No momento da prisão, ele estaria tentando comprar uma TV. Em uma das lojas, ele teria aplicado um golpe de 7 mil reais.

“Príncipe”, que reside em São Luís, teria deixado de ser agente penitenciário temporário há seis meses e estava prestes a ser nomeado para a Polícia Militar do Maranhão. O mesmo fez a primeira etapa para ingressar na Policia Militar no 16º Batalhão em Chapadinha.

Pelas informações em grupos de whatsapp, há poucos dias, “Príncipe” havia participado do protesto realizado por concursados da PM, em frente ao Palácio dos Leões, em São Luís.

Nas redes sociais, “Príncipe” sempre aparece em situação de ostentação, ao lado de um veículo Veloster branco e usando cordões, anéis e relógios dourados.
Ele foi preso e levado para a Delegacia Regional de Santa Inês para autuado em flagrante por crime de estelionato, previsto no artigo 171 do Código Penal.

Art. 171 - Obter, para si ou para outrem, vantagem ilícita, em prejuízo alheio, induzindo ou mantendo alguém em erro, mediante artifício, ardil, ou qualquer outro meio fraudulento:
Pena - reclusão, de um a cinco anos, e multa, de quinhentos mil réis a dez contos de réis.