Semed intensifica ações da Busca Ativa para ampliar número de alunos na Rede Municipal de Ensino.


No intuito de identificar para poder reinserir na escola crianças, jovens adultos e idosos, que nunca estudaram ou com histórico ou em risco de evasão escolar, uma equipe composta por técnicos da Secretaria Municipal de Educação (Semed), incluindo a secretária de educação professora Vânia Cristina, Agentes Comunitários de Saúde, Gestores Escolares, alunos e demais profissionais da educação chamados de articuladores locais, estão percorrendo bairros da zona urbana e rural de Chapadinha todos os dias em visitas domiciliares.

Quando o articulador encontra uma criança, jovem, adulto ou idoso fora da escola, busca se aproximar da família para entender as razões que a mantém sem estudar. Começa um trabalho de sensibilização para a importância de frequentar a escola e de confiança para conseguir desempenhar o seu papel de facilitador deste percurso até a solução do problema. 

Depois que consegue estabelecer esse laço, o articulador cadastra os dados da criança, jovem, adulto ou idoso e da família colhidos no campo e essas informações alimentam um banco de dados do projeto Busca Ativa. Esses são interpretados e analisados para encaminhar soluções que serão necessárias à resolução dos problemas que impendem o cidadão de frequentar a escola.

Começa então o trabalho necessário para a inserção dessa criança, jovem, adulto ou idoso na escola. Após efetivada a matrícula, há ainda um esforço de acompanhamento destes estudantes em um projeto de prevenção à evasão escolar, em diálogo direto com gestores das unidades escolares, buscando o acolhimento dos alunos bem como a permanência delas na escola.




Secom