Professores e alunos de Chapadinha vão às ruas para protestar contra a violência.

Na manhã de hoje (16) funcionários, alunos e professores da Unidade Integrada Dr. Almada Lima Filho, sairam às ruas de Chapadinha, pra dizer NÃO À VIOLÊNCIA E AS DROGAS, motivo pelo qual a aluna Antônia Águida, teve sua vida ceifada brutalmente.

Antônia Aguida tinha apenas 13 anos e estudava o 7° ano no turno matutino na escola Almada Lima. Ela foi apedrejada até a morte pelo irmão no bairro conhecido como Vila Isamara, segundo informações da diretoria da escola.


A Secretária de Educação professora Vânia Cristina lamentou a morte precoce da estudante e enviou suas condolências à família enlutada: "Em nome do prefeito Magno Bacelar e de todos da Semed quero lamentar que Antônia tenha perdido sua vida em tão tenra idade, todos nós professores sonhamos em reencontrar nossos alunos formados em bem sucedidos no futuro, meus pêsames a família de Antônia e a família Almada Lima" disse Vânia.


A Secretária de Educação também parabenizou à escola Almada Lima Filho pela homenagem e manifestação para que a vida de nossas jovens sejam preservadas.