EM CHAPADINHA, CAMINHADA ALERTA PARA A IMPORTÂNCIA DA DENÚNCIA NOS CASOS DE VIOLÊNCIA SEXUAL INFANTIL.


A última sexta-feira (18) foi marcada pelo encerramento da Campanha do 18 de maio (Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes). Alunos, professores, entidades governamentais e não governamentais, secretarias municipais e sociedade civil organizada, uniram as vozes e foram às ruas com objetivo de alertar a população sobre a importância de se combater os abusos e incentivar a denúncia em casos de violência sexual infantil.

A caminhada, que teve início na escola Almada Lima, percorreu a av. Senador Vitorino Freire até a praça da Bandeira. Faixas e cartazes pediam proteção aos meninos e meninas e alertavam sobre a importância de se romper o silêncio. O prefeito Magno Bacelar falou sobre mobilização e ressaltou que essa também é uma luta do governo municipal. “A conscientização é a maior arma que temos e por isso não podemos parar para que todos saibam o que é o abuso e possam denunciar as autoridades competentes. A informação é nosso maior aliado e nós estamos juntos nessa causa”- declarou ele.
A secretária de educação, Vânia Cristina, esteve na caminhada e na oportunidade destacou o quanto são necessárias atividades informativas para colaborarem no enfretamento da luta. “Não podemos nos calar. Essa temática deve ser nossa pauta diária, porque quanto mais bem informados, melhor conseguiremos inibir esse crime”- disse ela.

A campanha de Combate ao Abuso e Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes é uma ação promovida pela Prefeitura de Chapadinha, através das secretarias municipais, Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), Conselho Tutelar e a coordenação municipal do Selo Unicef. 

A data foi instituída pela Lei Federal 9.970/00 e lembra um violento crime sexual que aconteceu em 1973, na cidade de Vitória, no Espírito Santo, contra uma menina de apenas oito anos, conhecido como “Caso Aracelli”. Os criminosos nunca foram responsabilizados. O marco é uma conquista na luta pelos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes de todo o país.
 Secom - Prefeitura