Sem provas, blogueiro Antenor Ferreira acusa pastores de Anapurus por crime de pedofilia, e o caso vai parar na delegacia.

Na foto: Pastor Pascoal Cedraz de Miranda da Igreja Presbiteriana do Brasil, e o blogueiro Antenor, que fez as acusações, mas não apresentou provas.
 
Por: Alexandre Cunha
Pastor Pascoal Cedraz de Miranda que reside na Cidade de Anapurus, procurou a delegacia de Polícia Civil na data de ontem, 12 de junho, para registrar um Boletim de ocorrência contra Blogueiro Antenor Ferreira, após o blogueiro ter taxado em uma gravação de vídeo alguns servos de Deus de terem praticado o crime de pedofilia na cidade.  Sem mostra nenhuma prova do suposto crime o blogueiro ainda diz que os pastores também teriam “cantado mulheres casadas”, ou seja, assedio sexual.

Diante das graves acusações o pastor procurou a justiça para que seja investigado o suposto crime.   

Veja a integra do Boletim de ocorrência, e logo em seguida o áudio do pastor Pascoal referente às acusações do Blogueiro.
BOLETIM
O pastor Pascoal Cedraz de Miranda Cler, pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil, nos comunicou que em data e local, tomou conhecimento por meio de mídia social de um vídeo do blogueiro Antenor Ferreira, da cidade de Chapadinha, Maranhão, no qual o blogueiro afirma que um pastor da cidade de Anapurus, que, segundo o próprio blogueiro afirma ter sido expulso da igreja por suposta prática de pedofilia, (crime tipificado no artigo 241 do ECA) e, "por pegar mulheres na igreja", imputado assim prática de pedofilia e assédio sexual (crime tipificado no artigo 216 do CPP), tendo feito a acusação de forma genérica, sem, no entanto, citar o nome do referido e suposto "pastor" pedófilo". Como o citado blogueiro não cita o nome do suposto criminoso, o próprio blogueiro torna-se cúmplice do suposto pedófilo, tendo em vista, que, sabendo do suposto crime e criminoso, quedou-se, não comunicando o fato à polícia.

O comunicante se sente ofendido pelo fato de ser pastor, como também para preservar a própria idoneidade e dos demais pastores da cidade. O comunicante informa ainda que entende que a acusação  é uma tentativa de destruir a reputação dos pastores da cidade, bem como colocar em xeque a credibilidade das igrejas evangélicas. O comunicante requer que tal peça seja encaminhada ao Ministério Público, para que o mesmo proceda investigação de possível crime de pedofilia. Registra para fins de Direito.

Chapadinha 12 de junho de 2020. Josemar Lima da Rocha - Delegado de Polícia; Newton Antonio Rios Cavalcante - Investigador de Polícia; Pascoal Cedraz de Miranda Cler -  comunicante. 

“Se ele disse que há um pastor pedófilo e não procurou a delegacia para denunciar o tal pedófilo, torna se cúmplice do crime de pedofilia”; questionou o Pastor.  ouça o áudio abaixo.  

Vejo o vídeo em que o blogueiro taxa os pastores de pedófilos, mas não mostra provas. 
(Click aqui e veja a resposta do Blogueiro Antenor), Sobre o boletim de ocorrência que pesa sobre ele.